Viagens internacionais com animais de estimação exigem passaporte ou certificado veterinário

A emissão do Certificado Veterinário Internacional (CVI) é um dos serviços mais acessados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). De janeiro a novembro deste ano, foram emitidos 7.724 certificados. Os documentos são emitidos gratuitamente pelo Vigiagro, unidade do ministério nos aeroportos, e comprovam que o pet atende às exigências sanitárias do país de destino. Para obter o certificado é rápido, o tempo médio gasto pelo servidor do momento de entrada do pedido no sistema até a emissão do documento são três horas e 15 minutos. Antes da digitalização dos documentos eram necessários vários dias para emissão. Com a automação, o governo economizou R$ 13,5 milhões ao ano. Então, para não correr o risco de seu animal de estimação ser barrado no aeroporto por falta dos documentos necessários para viagens internacionais, como atestado de saúde, comprovante de vacina e identificação eletrônica com microchip, o cuidador deve tomar uma série de cuidados importantes. As exigências valem para cães e gatos. Sem o atendimento delas, o pet não embarca.

audio/mpeg 06-12-2019 MOMENTO AGRO -Emissão do Certificado Veterinário Nacional 01M44s FINALIZADO.mp3 — 1621 KB

Duração: 01'44"