10/03 Produção de grãos chega a 251,9 milhões de toneladas

A diversidade e o tamanho do Brasil devem garantir mais uma colheita recorde de grãos ao país na safra 2019/2020, isso por que as condições climáticas e de geografia são muito diferenciadas em cada região o que favorece uma expectativa de produção de quase 252 milhões de toneladas. Esse volume é 10 milhões de toneladas superior do que o colhido na safra anterior como aponta o 6º Levantamento divulgado nesta terça-feira (10) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O boletim mostra que o Rio Grande do Sul passa por uma forte estiagem que impacta no cultivo de milho e soja. Mas enquanto isso, o Centro-Oeste apresenta boas condições climática o que influencia positivamente na produtividade dessas duas culturas. A preocupação está com os produtores de soja que já colheram quase metade do seu cultivo. Para esses as incertezas do mercado ligam um sinal de alerta. O presidente da Conab, Guilherme Bastos lembra, porém, que o mercado agrícola costuma a ser um dos últimos setores a sentirem os reflexos das crises mundiais. No caso do milho a seca enfrentada pelo estado gaúcho impactou na produção da primeira safra do cereal com isso, o preço do grão no mercado interno subiu o que eleva os custos de outros setores como o de carnes. No entanto, o secretário de política agrícola do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio ressalta ainda que ainda não há espaço para importação. A segunda safra do milho ainda está em fase de plantio, o superintendente de informações do agronegócio da Conab, Kleverton Santana destaca os desafios para cultura que já apresenta 62% de áreas semeadas em todo país. O acompanhamento da Safra é continuo e o próximo levantamento será divulgado em abril, mas para saber as informações mais atualizadas da produção de grãos é só acessar o 6º Boletim divulgado em www.conab.gov.br

audio/mpeg 10-03-2020 MOMENTO AGRO Sistema de Inspeção Federal FINALIZADO 03M06s.mp3 — 2900 KB

Duração: 03'07"