Ministério da Agricultura vai intensificar vistorias em frigoríficos

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, determinou que seja intensificado a fiscalização e antecipado o calendário de auditorias nos frigoríficos citados na Operação Carne Fraca da Polícia Federal. A orientação se deu pelo fato de a força-tarefa haver encerrado os trabalhos antes das três semanas previstas, nos estabelecimentos. Já estão sendo realizadas ações em Pernambuco, Bahia, Tocantins, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. O secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, explicou que as equipes de fiscalização nesses estados terão rodízio com troca de posições e até possíveis substituições de superintendentes e com os resultados das auditorias saber sobre o funcionamento dos serviços de inspeção de cada estado. Segundo balanço, foram recolhidas, pela força-tarefa criada no Mapa, 302 amostras de produtos, de forma preventiva. Desse total, 31 amostras ou 10,2% delas apresentaram problemas de ordem econômica, não necessariamente fraudes, mas a não observância de normas técnicas, como excesso de amido em salsicha ou adição de água, além do permitido, em frango. Das 302, oito amostras tiveram pequenos problemas, mas capazes de afetar a saúde pública. Dessas oito, sete tiveram confirmada a presença de salmonella e uma de estafilococos. Todas as amostras foram enviadas para análise em unidades do Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro) do Ministério da Agricultura.

audio/mpeg 10-04-17 - MOMENTO AGRO 3m15s - FINALIZADO - Balanço Carne.mp3 — 2297 KB

Duração: 3'15"