Suasa 15 anos: garantia da qualidade da produção, do campo à mesa

Conhecido como o SUS do agronegócio, o Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária promove a saúde animal, a sanidade vegetal e a segurança alimentar.

audio/mpeg 15 anos Suasa.mp3 — 3710 KB




Transcrição

Garantir a qualidade na produção dos alimentos bem antes de eles estarem disponíveis ao consumo é a responsabilidade do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Conhecido como o SUS do agronegócio, o Suasa completa 15 anos nesta terça-feira (30). O objetivo do sistema é promover a saúde animal, a sanidade vegetal e a segurança alimentar. A atuação do Suasa vai desde o controle no campo e a fiscalização, passando por todo sistema produtivo animal e vegetal para garantir produtos com qualidade nutricional e sanitária

O secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, José Guilherme Leal, destaca que o Suasa congrega e integra ações do Mapa com as agências estaduais e com os municípios, consórcios municipais e setor privado.

Além do Mapa, representado pela Secretaria de Defesa Agropecuária, também compõem o Suasa órgãos dos estados, Distrito Federal, Municípios e seus consórcios públicos; os produtores e trabalhadores rurais; os fabricantes de produtos e insumos; as associações representativas; os técnicos que lhe prestam assistência; órgãos de fiscalização das respectivas categorias profissionais; e as entidades gestoras de fundos organizados pelo setor privado. Nas questões atinentes à saúde pública, o Suasa articula-se com o SUS. 

Ao longo dos últimos 15 anos, a atuação do Suasa permitiu avanços na questão sanitária da produção nacional. Entre os fatos marcantes que marcam a atuação do Suasa, está a manutenção da condição de livre de febre aftosa em todo país e o avanço do processo de implantação de novas zonas livres de febre aftosa sem vacinação.