Produção de cana-de-açúcar deve ficar em 592 milhões de toneladas

De acordo com o 2º Levantamento da Safra 2021/22, divulgado nesta quinta-feira (19) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a expectativa é que sejam colhidos 592 milhões de toneladas, representando um volume de cerca de 62 milhões de toneladas de matéria prima a menos em relação à safra 2020/21. A estimativa de queda no volume da cana-de-açúcar no Brasil está prevista em 9,5%.

audio/mpeg 19-08-21 - MOMENTO AGRO - Safra de cana-de-açúcar.mp3 — 2995 KB

Duração: 3min11seg




Transcrição

De acordo com o 2º Levantamento da Safra 2021/22, divulgado nesta quinta-feira (19) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a expectativa é que sejam colhidos 592 milhões de toneladas, representando um volume de cerca de 62 milhões de toneladas de matéria prima a menos em relação à safra 2020/21. A estimativa de queda no volume da cana-de-açúcar no Brasil está prevista em 9,5%. Os efeitos climáticos adversos da estiagem durante o ciclo produtivo das lavouras e as baixas temperaturas registradas em junho e julho estão entre as causas da redução, que incluem ainda episódios de geadas em algumas áreas de produção, sobretudo nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, como explica o presidente da Companhia, Guilherme Ribeiro.

Com a menor oferta de matéria prima, haverá impactos nos derivados da cana como é o caso do etanol, o volume estimado é de 29,22 bilhões de litros, redução de 10,8% em relação ao ciclo anterior.

A produção de açúcar no país também sofre os impactos com as reduções na oferta de cana. Estimado em 36,9 milhões de toneladas, o volume de açúcar previsto é 10,5% menor que o produzido na temporada anterior.

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Guilherme Bastos, explicou que negociações estão sendo feitas para ajudar os produtores.

Os dados completos sobre o 2° Levantamento da Safra 2021/22 de cana-de-açúcar e as condições de mercado deste produto podem ser conferidas no site da companhia em www.conab.gov.br no Boletim de Safra da Cana-de-Açúcar.