24/09 - Produção de café deve superar 61 milhões de sacas

A colheita de café na safra 2020 deve chegar a 61 milhões e 600 mil sacas. Com esse volume o Brasil alcança sua segunda maior produção já registrada e um crescimento de 25% em relação ao ano passado. É o que mostra o 3º Levantamento da Safra 2020 de Café divulgado nesta terça-feira (22) pela Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab. Com mais de 90% da produção já colhida, o destaque foi para o café do tipo arábica. O presidente da Companhia, Guilherme Bastos, comenta os números que prometem a boa safra deste ano. Para o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Silvio Farnese, este resultado demonstra a importância da cafeicultura brasileira para a economia do país. A valorização do dólar elevou os preços do café mesmo com o aumento da produção na bienalidade positiva. Segundo o Superintendente de Gestão da Oferta da Companhia, Allan Silveira, esse cenário de preços mais altos motivou o produtor a vender boa parte da safra antecipadamente. Se o arábica teve desempenho positivo neste ano, o café do tipo conilon deve registrar um recuo de 5% na produção, com colheita estimada em 14,3 milhões de sacas, como explica o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana. Todas as informações sobre a safra 2020 de café podem ser acessadas no boletim disponível na página da Companhia, em www.conab.gov.br

audio/mpeg 23-09-20 MOMENTO AGRO - 3M54S - FINALIZADO - Safra de café.mp3 — 5503 KB