MAPA anuncia ações no Amapá em evento comemorativo dos mil dias

Durante evento alusivo aos 1.000 dias de governo, nesta quarta-feira (29), no Amapá, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em exercício, Marcos Montes, anunciou uma série de medidas para o estado.

audio/mpeg 29-09-21 - MOMENTO AGRO - 100 dias de Governo.mp3 — 4093 KB

Duração: 3min34seg




Transcrição

Durante evento que marca as comemorações aos 1.000 dias de governo, nesta quarta-feira (29), no Amapá, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em exercício, Marcos Montes, anunciou uma série de ações para o estado.

Na cerimônia, foi lançado o Plano de Trabalho para a realização do Inventário Florestal no Amapá, que contará com investimento de aproximadamente R$ 9 milhões. Dentre as ações previstas, estão a medição de 25 mil plantas, identificação de novas espécies e coleta de mais de 1.000 amostras de solo em 276 pontos. 

Marcos Montes ressaltou que a partir desse levantamento, será possível conhecer a quantidade e a qualidade dos recursos da floresta e identificar as espécies.

Durante a cerimônia, foi transmitido o discurso do presidente Jair Bolsonaro, que realizou diversas entregas em Boa Vista (RR), entre elas a inauguração de usina termelétrica, concessão de aeroportos, e a sanção da lei que reduz ICMS do gás de cozinha. No estado, o Incra entregou 228 títulos definitivos de terra a famílias de produtores rurais.

Na oportunidade ocorreu, ainda, a apresentação do Plano Anual de Outorga Florestal (Paof) 2022, que indica quais florestas públicas federais estão passíveis de concessão.

O governador Waldez Góes informou que umas das prioridades no estado é a gestão ambiental adequada e a desburocratização.

Outro anúncio foi o início da concessão florestal da Floresta Nacional (Flona) do Amapá. A inciativa visa promover o uso sustentável da floresta, aliando o desenvolvimento social e econômico local e regional à conservação da floresta e seus serviços.             

Após processo de concorrência pública, realizado entre setembro de 2020 e maio de 2021, foram assinados quatro contratos de concessão florestal, que totalizam quase 265 mil hectares de florestas públicas que ficarão sob regime de manejo florestal, gerando cerca de 500 empregos formais na região.