Programa vai promover o crescimento da agricultura irrigada

Estimular o crescimento da agricultura irrigada no Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo, é o objetivo do Programa de Fomento à Agricultura Irrigada no Nordeste (Profinor) lançado em uma live nesta quinta-feira (29) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Banco do Nordeste (BNB). O programa tem como meta ampliar a área de agricultura irrigada na região em 80 mil hectares até 2024, além da modernização de 8 mil hectares de sistemas de irrigação antigos.

audio/mpeg 30-04-21 - MOMENTO AGRO - Profinor.mp3 — 4252 KB

Duração: 3min27seg




Transcrição

Estimular o crescimento da agricultura irrigada no Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo, é o objetivo do Programa de Fomento à Agricultura Irrigada no Nordeste (Profinor) lançado em uma live nesta quinta-feira (29) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)  e o Banco do Nordeste (BNB). 

O programa tem como meta ampliar a área de agricultura irrigada na região em 80 mil hectares até 2024, além da modernização de 8 mil hectares de sistemas de irrigação antigos.

A promoção do desenvolvimento sustentável ocorrerá por meio de crédito aos produtores rurais para que possam instalar ou trocar equipamentos de irrigação por outros mais eficientes e também instalar sistemas de energia alternativa. 

A ministra Tereza Cristina destacou a importância da linha de crédito para que os pequenos e médios produtores rurais possam ter acesso facilitado a recursos para implantação ou expansão de projetos de irrigação.  

Produtores rurais e empresas da Região Nordeste, do norte de Minas Gerais e do norte do Espírito Santo que tenham interesse em implantar a agricultura irrigada ou que precisem modernizar ou expandir o sistema de irrigação poderão contar com R$ 900 milhões em crédito por meio do Profinor. O crédito será operacionalizado pelo Banco do Nordeste.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim falou sobre a grandeza da região e ressaltou sobre a necessidade de desenvolvimento da produção agrícola com o emprego de novas tecnologias.

Os itens que poderão ser financiados pelo Programa são: aquisição de sementes e mudas para cultivos irrigados; implantação das culturas sob irrigação; aquisição de insumos para áreas irrigadas; aquisição de equipamentos de irrigação, bombas e sistemas de adução de água; construção de barramentos e açudes para acúmulo de água para irrigação; financiamento de sistemas/equipamentos para manejo da agropecuária irrigada; sistema de energia de fontes alternativas e convencionais; custeio agrícola.