Gerente do ICMBio fala do resultado de fiscalizações com a GLO

Na edição de hoje, Fábio Menezes, analista ambiental e gerente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade na região amazônica conversa com o presidente do Conselho Nacional da Amazônia, Hamilton Mourão.

audio/mpeg 16-08-21-POR-DENTRO-DA-AMAZÔNIA.mp3 — 8920 KB

Duração: 9m30s




Transcrição

O vice-presidente lembrou a importante participação do ICMBio no Plano Amazônia 2021/2022 e na Operação Samaúma, citando, inclusive, recente apreensão, em 14 de julho, no município de Cujubim. Foram apreendidos 700 metros cúbicos de madeira na Floresta Nacional do Jamari, em Rondônia. A ação gerou R$ 39 milhões em multas.

Fábio detalhou os resultados de ações de fiscalização de 2020. Segundo ele, o ICMBio faz a gestão de 130 unidades de conservação no bioma amazônico. São parques nacionais, florestas nacionais, reservas extrativistas. São 63 milhões de hectares, 8% do Brasil.

Em 2020, o ICMBio executou 290 ações de fiscalização, lavrou mais de 1.000 autos de infrações que somam mais de R$ 424 milhões em multas. Esses resultados, segundo Menezes, são resultado do empenho dos servidores, do planejamento estratégico e com a parceria com outras instituições como o Exército, no contexto da GLO.