Boletim esclarece dúvidas sobre consórcios

Os consumidores devem estar atentos a consórcios que ofereçam garantia de contemplação imediata ou em prazo menor que a duração do grupo. Como o sorteio não tem ganhador predeterminado e mesmo a oferta de um lance pode ser superada por outro ainda maior, o consumidor deve considerar outras formas de aquisição disponíveis no mercado caso tenha pressa em obter o bem. Se o consumidor aderir ao consórcio fora do estabelecimento, tem direito de arrependimento no prazo de sete dias, contados da assinatura do contrato, sem ônus. Essas e outras dicas importantes estão no sexto “Boletim Consumo e Finanças”, divulgado pelo Banco Central em parceria com o Ministério da Justiça.

audio/mpeg radio-release-consorcios.mp3 — 4572 KB