BC simplifica regras para reduzir custos das instituições financeiras e dos tomadores de microcrédito

O Banco Central simplificou regras com o objetivo de reduzir custos para as instituições financeiras e os tomadores de microcrédito. A medida veio na esteira da regulamentação de uma resolução do Conselho Monetário Nacional publicada em 28 de junho, que buscou melhorar procedimentos com vistas a incentivar o uso de recursos destinados ao microcrédito depositados no Banco Central. Pelas regras atuais, as instituições financeiras são obrigadas a destinar 2% de seus depósitos à vista para operações de microcrédito, ou seja, para a micro e pequena empresa e a população de baixa renda. Com a regulamentação editada nesta semana, fica sensivelmente reduzido o número de informações que as instituições são obrigadas a prestar ao Banco Central relacionados ao tema, barateando despesas internas e incentivando o uso efetivo dos recursos, além de reduzir custo de observância, que é o custo que as instituições têm para cumprir as regras da autoridade monetária.

audio/mpeg radio_release_microcredito_otimiza.mp3 — 4502 KB